28.3 C
Manaus
13 de julho de 2024 | 00:10

Aleam aprova títulos de Cidadão do AM ao senador Marcos Rogério, Luciano Hang e ministro Wagner Rosário

A Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou hoje (15-dez) a concessão de títulos de Cidadão do Amazonas ao senador de Roraima, Marcos Rogério, ao empresário Luciano Hang – dono da rede de lojas Havan — e ao ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

As homenagens foram propostas pelo deputado estadual Fausto Jr. (MDB) e reconhecem o trabalho dos três agraciados em defesa do povo do Amazonas durante a pandemia do coronavírus.

Na tribuna da Aleam, Fausto Jr. defendeu a concessão dos títulos aos homenageados.

Segundo o deputado, o senador Marcos Rogério foi membro da CPI da Covid no Senado, onde destacou para todo Brasil o sofrimento do povo do Amazonas com a primeira e segunda ondas da pandemia.

Na CPI, Marcos Rogério identificou os responsáveis pelo caos na Saúde Pública do Amazonas, que já causou a morte de quase 14 mil pessoas durante a pandemia.

“Marcos Rogério é também um defensor da BR-319 e da Zona Franca de Manaus. Diversas vezes o senador votou a favor de projetos que protegem a ZFM, além de defender a recuperação da estrada que liga o Amazonas a Roraima”, destacou Fausto Jr.

Luciano Hang

Sobre o empresário Luciano Hang, o deputado disse que o dono da rede lojas Havan mobilizou mais de R$ 1,2 milhão para ajudar o Estado durante a crise do oxigênio, ocorrida em fevereiro e março deste ano. Segundo Fausto, Luciano Hang comprou 200 cilindros de oxigênio que foram trazidos para o Amazonas em aviões fretados pelo empresário

“O socorro imediato ajudou a salvar vidas de dezenas de amazonenses num dos momentos mais críticos da história do nosso Estado”, afirmou Fausto.

Luciano Hang anunciou em janeiro deste ano que vai abrir em Manaus três lojas da Havan. As unidades serão instaladas na avenida das Torres, outra no shopping Via Norte, e a terceira na avenida Coronel Teixeira (antiga estrada da Ponta Negra). Inicialmente, as lojas vão gerar 500 empregos.

Wagner Rosário

O outro homenageado é o ministro da CGU, Wagner de Campos Rosário. Ele é um dos responsáveis pela investigação Federal sobre desvios na Saúde Pública do Amazonas durante a pandemia.

Wagner Rosário, na função de ministro-chefe da CGU, encabeçou as investigações feitas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. As provas coletadas por Rosário apontam possível esquema de desvio de recursos públicos na antiga Susam.

“Por ajudar no combate à corrupção no Amazonas e defender os interesses do nosso povo, tenho certeza que o ministro é merecedor do título de Cidadão Amazonense”, concluiu Fausto.

Leia também outras matérias

Ex-presidente do IRB apresenta ao TCE-AM novo medidor de gestão dos municípios

Hugo Bronzere

Dermilson Chagas orienta pescadores de Fonte Boa sobre pagamento do Seguro-Defeso 2015/2016

Redação Zero Hora AM

Polícia Civil do Amazonas alerta a população sobre sorteios ilegais praticados por meio do Instagram

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo