28.3 C
Manaus
2 de março de 2024 | 16:26

Amazonas lidera o ranking de mortes violentas

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), o Amazonas registrou o expressivo aumento de 54% nos números de crimes violentos entre os anos de 2020 e 2021. Os dados constam no site Monitor da Violência .

A alta acontece na contramão do restaurante do País,  pois o Brasil teve queda no número de assassinatos ano passado, segundo levantamento do Monitor da Violência.

Em 2020, foram 1.019 registros oficiais de mortes violentas no Amazonas. Já no ano passado, foram 1.571.

Entre eles, está o do trabalhador Melquisedeque. A família ainda sofre com a perda. Segundo o tio do menino, Rucian Vilacio, a sensação de impotência diante da morte e da insegurança é algo que só piora com a falta de celeridade na elucidação do caso.

“Estamos há dois meses esperando alguma resposta das autoridades sobre o caso do Melque. A vida dele foi ceifada de forma brutal. Ele perdeu a vida no transporte coletivo. Agora, esperamos celeridade da justiça. O processo está se arrastando. Sabemos pela mídia que tem apenas um rapaz preso e, até agora, nada mais foi dito. Queremos justiça”.

O pesadelo diário também é revivido todos os dias quando Rucian utiliza o transporte coletivo da capital do Amazonas. Para ele, a sensação de insegurança entre as pessoas só cresce, e a pouca resposta das autoridades faz com que o crime se espalhe mais rapidamente.

“Eu continuo usando o transporte coletivo, mas não me sinto seguro. A cidade está cada vez mais violenta. A gente vê isso no rosto das pessoas, elas andam com medo. A gente precisa ir trabalhar, se sentir seguro, voltar para casa em segurança. Deixamos gente em casa, nossos filhos, pai, mãe, e não sabemos se vamos voltar. Todo dia é uma luta, e a gente continua aqui pedindo justiça pelo Melquisedeque.”

Criminalidade avança no Estado

O latrocínio foi um tipos de crimes violentos que registrou alta entre os anos de 2020 e 2021. No primeiro, foram 46 casos registrados pela SSP. Já no ano passado, esse número chegou em 69. O aumento foi de 50%.

Além disso, os homicídios dolosos também aumentaram no comparativo entre os dois anos. Em 2020, foram 954 registros. Já em 2021, o estado teve 1.487. O aumento foi o maior entre os monitorados pela reportagem: 55,9%.

O único crime que houve redução foi o de lesão corporal seguida de morte. Em 2020, foram 19. Em 2021, 15. A reportagem  questionou a Secretaria de Segurança Pública sobre o aumento da criminalidade no estado e perguntou quais são as iniciativas do órgão para barrar essa investida.

Em nota, a SSP disse que reforçou operações policiais na capital e interior com objetivo de efetuar as prisões dos autores de homicídios e prender pessoas envolvidas com o tráfico de drogas.

De acordo com os dados do Centro Integrado de Estatística de Segurança Pública (Ciesp), em 2021 foram realizadas 567 prisões por homicídios no Amazonas. E pelo crime de tráfico de drogas, as polícias do estado realizaram 3213 prisões.
A secretaria também disse que reforçou os canais de recebimento de denúncias.

Leia também outras matérias

Servidor da Seduc morre em acidente trânsito em Manaus

Redação Zero Hora AM

Polícia Civil do AM apresenta balanço da apreensão de drogas em 2023, com prejuízo às facções criminosas

Hugo Bronzere

Banhistas encontram ossada humana na praia da Ponta Negra

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo