28.3 C
Manaus
27 de fevereiro de 2024 | 16:47

Atlas da Violência revela crescimento de mortes violentas entre 2020 e 2021

Redação ZH – Divulgado anualmente, o Atlas da Violência 2023 revelou que o Amazonas é o Estado brasileiro que, proporcionalmente, apresentou mais homicídios entre os anos de 2020 e 2021.

O documento divulgado ontem (05-dez), em Brasília, aponta que no Amazonas houve aumento de quase 35% nas mortes violentas em comparação ao ano de 2020.

O levantamento reúne dados do Ministério da Saúde, com informações de todo o País.

Segundo o Atlas da Violência, em 2020, no Amazonas, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes foi de 31,5%.

O levantamento informou que a taxa registrada em 2021 foi de 42,5%. Isso representa um aumento de 34,9% entre os anos.

O Atlas apontou ainda que o Amazonas teve o registro de 1.326 homicídios em 2020. O número de casos no ano seguinte foi de 1.816.

Entre os anos, o aumento percentual de homicídios registrados foi de 37%.

O índice coloca o Amazonas como o Estado campeão percentual em assassinatos, superando todos os Estados, revelou o Atlas da Violência 2023.

O que diz a Secretaria de Segurança do AM

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas divulgou nota à imprensa, onde informa os investimentos feitos pelo Governo do Estado para conter a violência.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informa que a partir de investimentos realizados pelo Governo do Amazonas ao longo dos últimos anos, como a aquisição de novas tecnologias de monitoramento, novos equipamentos, entre eles armamento, munição e viaturas, a realização de concurso público, tem sido possível manter os índices de a Mortes Violentas Intencionais no estado.

Entre janeiro e outubro de 2023, a queda registrada nesse tipo de crime foi de 6,3%. Em Manaus, essa redução alcançou 12% e o bairro da Compensa, na zona Oeste da capital, registrou o maior percentual de diminuição, 65%.

Tal queda é resultado do trabalho da SSP-AM, por meio das Polícias Militar (PMAM) e Civil (PC-AM) e da realização de operações como Fronteira Mais Segura, Operação Hórus e Operação Paz, desencadeadas com o apoio do Governo Federal.

É importante ressaltar que o Governo do Amazonas segue investindo e adquiriu, lanchas blindadas e novos armamentos, empregados em operações nos rios e nas áreas fronteiriças, como parte do trabalho feito pela Base Fluvial Arpão 1, instalada em Coari, que somente este ano, de 1º de janeiro a 22 de novembro de 2023, já retirou de circulação mais de R$ 75,5 milhões com a apreensão de entorpecentes, armas de fogo, munições e pescado ilegais.

Ao todo, o acumulado de apreensões realizadas pela Base Arpão 1 é de R$ 75.335.088,23. Somente em drogas, foram mais de 2,1 toneladas apreendidas pelas Forças de Segurança, o que representa um dano de R$ 63.006.659,98 ao crime organizado.

A implantação de uma nova base fluvial já está em execução. A Base Fluvial Arpão 2 está em fase de conclusão e em breve entrará em operação para atuar no combate ao narcotráfico e deve operar no Rio Negro.

A SSP-AM destaca, que nos últimos quatro anos o Governo Estadual, realizou 15 entregas de itens para a modernização da segurança pública do estado. Somente em 2023, ocorreram três entregas para as Forças de Segurança e Salvamento.

A primeira entrega ocorreu em janeiro, com o reforço de 68 novas viaturas de quatro e duas rodas e outros quatro mil itens em equipamentos.

Em maio, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) foi contemplado com o recebimento de viaturas de combate a incêndio, veículos tipo ambulância, lancha, drones, computadores e outros equipamentos e materiais, totalizando 3,3 mil itens e investimentos de R$ 7,2 milhões.

O governador Wilson Lima entregou, no dia 14 de setembro, mais duas lanchas blindadas ao sistema de segurança pública, que passou a contar com sete embarcações, para o fortalecimento das ações de patrulhamento nos rios do estado e nas áreas de fronteiras.

As embarcações atendem as demandas da Polícia Militar do Amazonas e Polícia Civil e foram projetadas exclusivamente para percorreram os rios amazonenses.

Para reforçar o quantitativo de pessoal, o Governo do Amazonas realizou em 2022 concurso público para as Polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Detran e SSP, após 11 anos sem a realização de certames para a área.

No dia 6 de novembro, o Governo do Amazonas realizou o chamamento de 1.704 aprovados em concursos da área de Segurança Pública. A ação representa um investimento do estado de R$ 12 milhões por mês.

Do total, foram chamados 1.121 aprovados da Polícia Militar do Amazonas (PMAM); 253 do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM); 170 da Polícia Civil do Amazonas (PCAM); 108 do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM); 40 da Secretaria de Segurança Pública (SSP/AM); e 12 do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), vinculado à SSP/AM.

 

Leia também outras matérias

Vídeo mostra “momento indiscreto” que foi ao ar no Big Brother, mas pouca gente percebeu

Redação Zero Hora AM

Amazonino lança “jipe elétrico” nas ruas de Manaus para minicomícios de campanha

Redação Zero Hora AM

Acusado da morte de jovem grávida em Manaus dá detalhes do crime para polícia

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo