28.3 C
Manaus
15 de abril de 2024 | 01:16

Carbonização de resíduos sólidos pode ser solução para municípios do interior do AM

A cidade de Nhamundá (distante 382 quilômetros de Manaus) pode ser o primeiro município do interior do Amazonas a fazer a destinação correta dos resíduos sólidos. A informação foi divulgada, hoje (14-jan), pelo deputado estadual Tony Medeiros (PSD) após visita técnica à empresa Amazonas Eco Company (Amec), localizada no bairro Mauazinho.

Tony estava acompanhado da prefeita de Nhamundá, Marina Pandolfo (PSD) e do secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

Na visita, a comitiva assistiu a todos os processos da usina de carbonização, onde resíduos sólidos são transformados em fonte geradora de energia limpa e sustentável. A Amec é a primeira usina de tratamento de resíduos sólidos urbanos e industriais instalada em Manaus.

A empresa fez um investimento no processo de carbonização, que é um processo químico de combustão incompleta de determinados sólidos, quando submetidos ao calor elevado. O produto desta reação química é o carvão.

“Com a carbonização transformamos o resíduo (lixo) em carvão, e desse material geramos energia. Nosso objetivo é reaproveitar resíduos e trazer uma preocupação com o meio ambiente, uma vez que, a incineração comum dos resíduos faz com que os gases tóxicos sejam soltos na atmosfera”, explicou o proprietário do grupo Amec, Michel Ribeiro.

De acordo com o deputado Tony Medeiros,  existe uma grande preocupação de todas as cidades com a destinação correta dos resíduos sólidos. Segundo ele, muitos municípios são prejudicados com lixões.

“Estamos preocupados com esta questão, por isso, fomos autorizados pelo governador Wilson Lima a buscar soluções que sejam viáveis e sustentavelmente corretas. Acreditamos que o processo de carbonização, mostrado nesta empresa,  seja o caminho a ser seguido”, destacou o deputado.

Para a prefeita Marina Pandolfo este é um processo inovador que poderá ser a solução para um dos mais graves problemas da cidade, que é a destinação correta dos resíduos sólidos. “Contamos com o apoio do deputado Tony e do governador Wilson Lima  para que ainda na nossa gestão possamos implantar a carbonização em Nhamundá e assim servir de exemplo para os outros municípios do interior do Estado”, afirmou.

Leia também outras matérias

Cartórios devem comunicar ao Ministério Público registro de nascimento feito por menores de 14 anos

Redação Zero Hora AM

Deputado Dermilson Chagas propõe projeto para fiscalizar qualidade da água oferecida à população amazonense

Redação Zero Hora AM

Polícia Civil autua em flagrante engenheiro paranaense que invadiu contramão e matou mototaxista em Manaus

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo