29.4 C
Manaus
23 de abril de 2024 | 17:50

Censura: prefeito quer proibir Amom de mencionar o nome David Almeida

Uma ação de indenização movida pelo atual prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), tenta censurar o deputado federal e pré-candidato à Prefeitura da capital amazonense, Amom Mandel (Cidadania).

Na referida ação, Almeida solicitou, entre outros pedidos, que Mandel fosse proibido de mencionar seu nome.

A ação foi protocolada em 29 de fevereiro, um dia após a divulgação, no site do Tribunal Superior Eleitoral, da última pesquisa que aponta Amom Mandel como o primeiro colocado na disputa pelo Executivo municipal.

No documento, a justificativa para o pedido é de que Amom teria realizado “diversos ataques à honra e imagem do Autor [David Almeida], mediante acusações falsas e gravíssimas”, se referindo às declarações feitas pelo parlamentar no ato de lançamento da pré-candidatura, no último dia 23 de fevereiro.

Na ocasião, Amom afirmou: “não posso deixar, senhoras e senhores, o grupo político ligado a facções criminosas, investigado pela Polícia Federal por atos de corrupção, como andar de jatinho pago por empresário, como ter algum secretário envolvido, como superfaturar cestas básicas, assim por diante, domine e mande nessa cidade.”

Além de pedir que Amom seja proibido de mencionar seu nome, o chefe do Executivo municipal pediu o pagamento de R$ 52 mil em indenização por danos morais.

Nova pesquisa aponta Amom em primeiro lugar

Lançada pelo Instituto Pontual, a pesquisa mostra que Mandel lidera a disputa com 32,4% das intenções de votos. Em segundo lugar, o prefeito David Almeida aparece com 28,1%. Na terceira posição, empatados tecnicamente, aparece os nomes de Alberto Neto (PL) com 8,7%, Roberto Cidade (União Brasil) com 7,1% e Zé Ricardo (PT) com 6,9%.

A empresária Maria do Carmo Seffair (Novo) tem 1,3% e Israel Tuyuka (PDT) na última posição com 0,6%. Branco e nulo somam 8,4% e os indecisos são 6,5%.

A pesquisa foi realizada no período de 22 a 25 de fevereiro, ouviu 1.260 eleitores de todas as zonas de Manaus e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) AM-09483/2024.

Leia também outras matérias

Assessoria nega estado grave de saúde do dep. Dermilson Chagas

Redação Zero Hora AM

Senador Eduardo Braga entra na Justiça contra decisão do STF que liberou instalação de medidores aéreos de energia

Redação Zero Hora AM

Esposa de Gil Romero pode ter mentido para polícia após ser “supostamente” flagrada com o acusado em Itacoatiara

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo