25.3 C
Manaus
13 de junho de 2024 | 08:37

Combate a incêndios no AM ganha reforço tecnológico com aplicativo Infire

Com objetivo de ampliar o monitoramento estratégico de incêndios no Estado, o Governo do Amazonas, por meio do Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), criou o aplicativo Infire para uso exclusivo da corporação na Operação Aceiro 2024.

O lançamento foi feito hoje (03-jun), pelo governador Wilson Lima, na entrega de viaturas, materiais e equipamentos para a operação.

O aplicativo possibilitará a consulta de áreas com maiores focos de incêndio, de forma detalhada de ocorrências para compor o banco de dados, além de consulta de locais onde há bases operacionais da corporação, lotação de efetivo, viaturas e equipamento por área.

“Esse App se complementa à nossa estrutura que temos no Ipaam, que é conjugada com a Secretaria de Segurança, Corpo de Bombeiros e outros órgãos que tratam da questão do desmatamento”, afirmou o governador.

As informações do Infire chegarão a partir do momento que forem registradas no local do incêndio.

Na sala de situação do CBMAM, tais informações serão processadas para mapeamento da gravidade da ocorrência e das necessidades sobre como a equipe vai atuar frente às demandas.

“Fizemos um estudo com base nas necessidades que foram apresentadas, no ano passado, pela ocasião da grande quantidade de fumaça, e o Infire veio para fazermos esses dados e registro desses dados no local da ocorrência, de modo que tenhamos essas informações em tempo real na sala de situação”, explicou o criador do aplicativo Infire, 1º Tenente-Coronel Gama.

Operação Aceiro 2024

A Operação Aceiro 2024 integra a Operação Tamoitatá e conta com 60 militares do CBMAM, 14 veículos – incluindo quatro novas – e equipamentos de proteção e uso individual para 12 municípios do sul do Amazonas e Região Metropolitana de Manaus (RMM).

A Operação é composta por seis fases com atuação prevista durante todo o período do verão amazônico.

Nesta primeira, será integrada pelos municípios de Humaitá, Apuí, Lábrea, Boca do Acre, Manicoré, Novo Aripuanã, Maués, Canutama, Tapauá, Careiro, Manaquiri e Autazes.

A Operação Tamoitatá é composta por integrantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), por meio da qual participam o Batalhão Ambiental da Polícia Militar (BPAmb), a Polícia Civil (PC-AM), o Corpo de Bombeiros (CBMAM) e a Defesa Civil do Amazonas, da Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

Leia também outras matérias

Saiba como negociar suas contas de água em atraso.

Redação Zero Hora AM

Ensaios do Bar do Boi Caprichoso recomeçam hoje, no Sambódromo, com entrada grátis

Hugo Bronzere

Sucesso de público, curso sobre licitações da ECP abre inscrições para turma em Parintins

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo