29.3 C
Manaus
4 de dezembro de 2022 | 12:24

Cresce assustadoramente o número de homicídios contra mulher em nove cidades do AM

Manaus, Coari, Eirunepé, Boca do Acre, Iranduba, Borba, Fonte Boa, Novo Aripuanã e Tapauá. Esses são os municípios que apresentam maior taxa de crescimento de homicídio de mulheres. A informação é apontada por um estudo do Atlas ODS Amazonas, projeto ligado à Universidade Federal do Amazonas (UFAM), que realizou um estudo a partir de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/Datasus).

O estudo comparou a evolução destes casos, entre anos de 2000 a 2019, investigando os 62 municípios do Estado. Neste último, foram 118 assassinatos, com alto índice em Barcelos (24) e Beruri (21), Canutama (14) e Lábrea (13).

Os dados apontam uma enorme evolução, se comparado ao ano 2000, quando três municípios apresentavam taxas muito elevadas: Presidente Figueiredo, com 20 homicídios por 100 mil mulheres. Logo depois, Anori e Apuí, apresentando, também, entre 10 e 20 casos.

“O Amazonas ocupa a terceira posição no ranking da federação em homicídios de mulheres. Manaus, Barcelos e Beruri chamam a atenção pelos casos de homicídios ocorridos dentro de residências. Além disso, 26% dos homicídios de mulheres do Amazonas são feminicídios”, afirma Bruno Lorenzi, pesquisador do Atlas ODS AM.

Número segue crescendo

Somente no mês de janeiro deste ano, ao menos, seis mulheres foram assassinadas no Amazonas. Um dos casos é o de Sherry Mylena Nunes Pereira Pinto, de apenas 18 anos. Ela foi morta a facadas pelo ex-marido no dia 14 de janeiro, na frente do próprio filho.

De acordo com a polícia, o homem invadiu a embarcação onde a jovem estava e desferiu várias facadas nela.

Enfrentamento

Em nota, o Governo do Estado afirma que tem se empenhado no enfrentamento da violência contra a mulher, determinando às forças de segurança o combate aos casos de violência doméstica, por exemplo.

Além disso, informa, que a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejusc) tem atuado junto a elas, com manutenção de uma rede de apoio, neste sentido. O Núcleo de Combate ao Feminicídio na Polícia Civil, segundo a nota, também foca na elucidação dos crimes cometidos contra as mulheres.

Leia também outras matérias

Situação caótica no hospital Platão Araújo é denunciada pelo dep. Dermilson Chagas

Redação Zero Hora AM

Vídeo: cobradora é esfaqueada durante assalto em Manaus

Redação Zero Hora AM

Caso Lucas: Donos do Vitória passam por audiência de custódia nesta quarta-feira

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: