27.3 C
Manaus
9 de dezembro de 2022 | 02:58

Dermilson Chagas diz que assaltos às unidades de saúde e ao hangar da SSP-AM são resultados da desestruturação das Cicoms

Em menos de uma semana, dois postos de Unidade Básica de Saúde (UBS) e uma policlínica foram alvos de assaltos, sendo que, em duas delas, funcionários e pacientes sofreram violência psicológica e física, além de terem seus pertences roubados.

O deputado Dermilson Chagas (sem partido) disse que esses ataques sucessivos aconteceram pela falta de estrutura das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms), que estão com falta de efetivo e de viaturas. Além disso, um helicóptero, que pertence ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), foi incendiado dentro do hangar da própria Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), nesta madrugada (24/01), sem que nenhuma unidade policial agisse.

“Eu já fiz diversos pronunciamentos na tribuna da Assembleia e já denunciei diversas vezes à imprensa a falta de preparo da gestão Wilson Lima no que se refere à realizar um trabalho de excelência na área da Segurança Pública, que está defasada de efetivo, e eu fui um dos parlamentares que lutou para que houvesse concurso para renovar o quadro da corporação. Além disso, eu tenho recebido, quase todos os dias, mensagens de militares denunciando a desestruturação sistemática das Cicoms, e a grande prova são esses assaltos sucessivos, sem que nada tenha sido feito para impedir esses absurdos”, enfatizou Dermilson Chagas.

O primeiro assalto ocorreu na última sexta-feira (21/01), na UBS Silas Santos, localizada na rua Dezesseis, nº 1, no bairro São José Operário, na zona leste de Manaus. A 9ª Cicom, que está instalada na rua Miguel Faraday, no bairro São José Operário, é a unidade responsável pelos atendimentos de ocorrências daquela área.

As demais unidades assaltadas foram a UBS L-16, localizada no bairro Ouro Verde, e a policlínica Doutor Comte Telles, no São José Operário 2, ambas na zona Leste da cidade. O fato aconteceu na manhã desta segunda-feira (24/01) em ambas unidades. A responsabilidade pelo patrulhamento e atendimento de ocorrências no Ouro Verde é da 11ª Cicom, que está localizada na rua Santo Antônio, 689, bairro Coroado, zona leste. Já a área da policlínica Doutor Comte Telles também é de responsabilidade da 9ª Cicom.

O deputado Dermilson Chagas destacou que, desde o ano passado, vem denunciando a falta de planejamento, de organização e, sobretudo, de investimento na área da Segurança Pública.

No último sábado (22/01), o parlamentar foi alvo de fake news incentivada pelo próprio comandante-geral da PM, Marcus Vinicius Oliveira de Almeida, que, incomodado pelas denúncias de sucateamento da estrutura das Cicoms, utilizou sites patrocinados pelo Governo do Amazonas para dizer que o deputado Dermilson Chagas havia postado em suas redes sociais um vídeo antigo para dizer que a violência estava dominando a capital. Entretanto, a própria Prefeitura de Manaus emitiu nota informando que o assalto de fato havia ocorrido na última sexta-feira (21/01).

Sucateamento

Embora o comandante-geral da PM negue que as Cicoms estejam sendo esvaziadas e estejam prestes a acabar, o deputado Dermilson Chagas afirma que a própria população já percebeu que essa estrutura da PM já não está operando, pois não há viaturas e nem efetivo da PM nas ruas, fazendo o serviço que, de praxe, é da Cicom, ou seja, o monitoramento ostensivo e as rondas diárias.

Segundo as denúncias dos militares, o comandante-geral da PM, Vinicius Almeida, está retirando todo o efetivo das Cicoms e enviando para os Comandos de Policiamento de Área (CPAs). Atualmente, nas Cicoms, a estrutura de efetivo ficou reduzida a três homens: um comandante e dois PMs.

Os policiais militares também denunciaram outro fato que está ocorrendo em relação ao sucateamento das Cicoms. Em alguns casos, como o da 14ª Cicom, todo o efetivo foi retirado de lá e encaminhado para a 30ª Cicom.

Incêndio no hangar da SSP-AM

A inoperância da Segurança Pública do Governo do Amazonas é tamanha que a atual gestão não consegue proteger nem mesmo o hangar da própria SSP-AM, onde, nesta madrugada (24/01), homens invadiram o local e incendiaram parcialmente um helicóptero pertencente ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Foram destruídas a cabine e hélices.

A aeronave era utilizada em ações que o órgão desenvolvia contra atividades de garimpo ilegais.

“Esse estado de violência é resultado da falta de investimento desta gestão do Governo do Amazonas, que, mesmo com excesso de arrecadação, não consegue aparelhar uma área tão sensível e importante quanto a Segurança Pública. Em 2021, o Estado arrecadou mais de R$ 25 bilhões e está com um saldo de mais de R$ 6 bilhões. Então, dinheiro não falta. Para onde está indo todo esse dinheiro? Enquanto isso, a população fica à mercê de um comandante-geral que age na base do ‘achismo’ e de um governador que não investe dinheiro onde tem de investir”, criticou Dermilson Chagas.

Ele lembrou ainda que várias mortes, inclusive de militares, aconteceram nos últimos dias e que continuam sem solução.

Leia também outras matérias

Pesquisas mostram que Wilson Lima perdeu três pontos nas intenções de voto em 20 dias

Redação Zero Hora AM

Governo do AM suspende cirurgias em crianças lábio leporinas e deixa pais revoltados, denuncia Wilker Barreto

Redação Zero Hora AM

Deputado Pablo critica jornalistas e políticos que defendem bandidos e facções criminosas

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: