30.3 C
Manaus
27 de fevereiro de 2024 | 15:07

Deputado Pablo defende aprovação do piso salarial para profissionais de Enfermagem

Foi aprovado hoje (23-fev), na Câmara dos Deputados, o relatório final que analisa o impacto financeiro gerado pela criação do piso salarial para profissionais de Enfermagem.

Com a aprovação, os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras passam a ter um piso mínimo que reduz as desigualdades salariais em todo Brasil.

O projeto de lei 2564/20 que cria o piso salarial foi analisado por um grupo de trabalho na Câmara Federal. Entre os membros está o deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo, que votou a favor do projeto.

O deputado argumenta que a criação do piso acaba com desigualdades e leva mais dignidade aos trabalhadores da Saúde.

“Hoje é um dia histórico para os profissionais de Enfermagem! O relatório mostra um impacto muito pequeno com a melhoria do salário destes trabalhadores”, afirma Pablo.

“Durante a pandemia, estes profissionais foram chamados de heróis. Mas que heróis são esses não têm um piso salarial?”, questionou Pablo. “O reconhecimento profissional só existe quando o trabalhador recebe um salário digno”, acrescentou.

O projeto de lei 2564/20 estabelece salário de R$ 4.750,00 para os enfermeiros em todo Brasil. A proposta indica ainda o piso mínimo de R$ 3.325,00 para os técnicos de enfermagem e de R$ 2.375,00 para os auxiliares de enfermagem e para as parteiras.

Com a aprovação do relatório, o projeto segue para as mãos do presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira, para que seja colocado votado pelos parlamentares.

Leia também outras matérias

Rio Preto da Eva reabre temporada de grandes eventos, com aniversário de 40 anos do município

Redação Zero Hora AM

Bandidos que fizeram emboscada e atiraram em carro blindado, não foram presos

Redação Zero Hora AM

Amom critica PL que permite favorecimento de réus em empate nos julgamentos em órgão colegiado

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo