30.3 C
Manaus
6 de dezembro de 2022 | 19:35

Equipamento adaptado para implantar tubulações de água em becos e vielas já é utilizado em Manaus

O trabalho para levar água tratada até regiões de difícil acesso em Manaus ganhou uma nova “aliada” nas últimas semanas. Para agilizar o serviço das frentes de obras em áreas de becos, rip-rap e vielas, a Águas de Manaus adquiriu um equipamento chamado “Bobcat”, que é uma retroescavadeira compacta.

Com a nova máquina, os trechos em locais estreitos podem ser escavados e reaterrados com maior rapidez.

Um trecho de 200 metros de escavação, por exemplo, que era feito manualmente em três dias, hoje consegue ser executado em um único turno com as equipes utilizando a nova retroescavadeira.

Assim, é possível implantação as redes de água tratada em um tempo menor, garantindo que a população de regiões vulneráveis tenha acesso a água de maneira regular.

Nas últimas semanas, a retroescavadeira implantou redes de água em becos no bairro do Zumbi, na zona Leste de Manaus. Nos próximos dias, ela deve ser utilizada em obras na Colônia Santo Antônio e Cidade de Deus.

Apesar de compacto, o equipamento é um maquinário pesado, com 71 cavalos de potência e que suporta até 1 tonelada de carga. O gerente de serviços da Águas de Manaus, Felipe Poli, reforça que a empresa está em constante busca de melhorias.

“Em muitos locais de difícil acesso, as obras necessitam de um maquinário mais robusto. Por isso, encontramos a solução da retroescavadeira compacta, que está facilitando muito o dia a dia das nossas equipes. A Águas de Manaus busca sempre se adaptar às condições encontradas. Para garantir água em locais como becos e palafitas, já desenvolvemos tecnologias como tubulações aéreas e envelopadas”, destaca.

SAÚDE E DIGNIDADE – Manaus é a capital brasileira que mais ampliou a oferta de água tratada nos últimos três anos, de acordo com dados do Instituto Trata Brasil.

Neste período, as intervenções da concessionária beneficiaram mais de 125 mil moradores de regiões vulneráveis de Manaus, que não tinham acesso a água tratada de maneira regular. Além de contar com o líquido 24h em suas torneiras, uma parcela desses moradores teve acesso a um comprovante de residência pela primeira vez.

Áreas de becos, palafitas, escadões, rip-rap e comunidades de ocupação recente receberam mais de 120 mil metros de tubulações de água. A empresa ainda incluiu as famílias beneficiadas na Tarifa Manauara, que garante 50% de desconto no valor das faturas.

Para o diretor-presidente da Águas de Manaus, Thiago Terada, o trabalho em regiões vulneráveis tem um valor que vai além da chegada do serviço. “Estamos levando saúde, dignidade e garantindo um direito básico para a população. Encontramos famílias que estavam há quatro décadas nestas áreas, sem o serviço de água. Hoje, elas são gratas por coisas simples, como poder tomar um banho de chuveiro. Isso é imensurável”, afirmou.

PROJETOS EM ANDAMENTO – Até 2023, mais de 30 áreas da cidade, entre conjuntos e novos bairros, receberão as obras de criação de infraestrutura de água. E terão sido implantadas mais de 260 km de novas redes de água, melhorando a vida de mais de 236 mil manauaras.

Leia também outras matérias

Motorista acusado de matar passageiro não fica preso

Redação Zero Hora AM

ALE-AM concede Medalha Ruy Araújo ao advogado Francisco Marques

Redação Zero Hora AM

‘Brasileirinha’ exibe tatuagem íntima com rosto de Messi; Veja

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: