28.3 C
Manaus
15 de abril de 2024 | 02:18

Governo do AM prometeu, mas anéis viários Sul e Leste não ficarão prontos até o fim do ano, denuncia Dermilson Chagas

Anunciadas como as maiores intervenções urbanísticas de Manaus no governo Wilson Lima, embora tenham sido iniciadas na gestão Omar Aziz (2011-2014), as obras dos anéis viários Sul e Leste não serão entregues no prazo anunciado pela atual gestão do atual Governo do Amazonas.

O Anel Viário Sul deveria ter sido entregue em dezembro de 2021, conforme afirmou, em 8 de abril do ano passado à imprensa, o secretário estadual de Infraestrutura e da Região Metropolitana de Manaus (Seinfra), Carlos Henrique Lima.

O titular da Seinfra também anunciou que o Anel Viário Leste seria entregue em dezembro de 2022, porém, de acordo com o site e-OBRAS, os trabalhos estão com pouco mais de 20% de conclusão, sendo que, quando Carlos Henrique Lima assumiu a Seinfra, em 2019, as obras já estavam com 15% de execução.

Na última segunda-feira (20/6), o governador Wilson Lima anunciou que as duas obras estariam prontas em até quatro meses, apesar de faltar muitos serviços para serem executados em ambas as obras.

“Portanto, há uma lentidão demasiada dos trabalhos do Governo do Amazonas, não só com essas obras, mas com todas as outras, dentre elas a AM-010, que também já está com o cronograma de execução atrasado, por isso elas não estão sendo entregues no prazo anunciado, causando transtorno à população, que tem de conviver com um trânsito caótico e perigoso”, comentou o deputado Dermilson Chagas.

Sobre as obras

O Anel Viário Sul liga o viaduto Lydia da Eira Corrêa, passando pela estrada do Tarumã, avenidas Torquato Tapajós e Arquiteto José Henriques, com saída também para a avenida Santos Dumont, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus.

Segundo o site e-OBRAS, ela está com 67.89% de conclusão e não 72%, conforme foi divulgado pelo Governo do Amazonas.

Além da demora na execução, o valor global dessa obra sofreu alteração. No início eram R$ 81.187.473,60 (oitenta e um milhões, cento e oitenta e sete mil, quatrocentos e setenta e três reais e sessenta centavos).

No ano passado, ela recebeu um aditamento de R$ 21.285.428,21 (vinte e um milhões, duzentos e oitenta e cinco mil, quatrocentos e vinte e oito reais e vinte e um centavos).

No Diário Oficial do Estado do dia 24 de março de março de 2021, Carlos Henrique Lima ainda estendeu o prazo da execução dos trabalhos em mais 361 dias.

No entanto, as obras desse anel viário ficaram paradas e retomaram apenas no final de maio deste ano.

O Anel Viário Leste inicia no trecho da avenida dos Oitis e termina na avenida Margarita, no trecho compreendido no entorno da reserva florestal Adolpho Ducke, no bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus.

A obra está orçada em R$ 197.178.553,92 (cento e noventa e sete milhões, cento e setenta e oito mil, quinhentos e cinquenta e três reais e noventa e dois centavos), sendo que R$ 51.639.234,14 (cinquenta e um milhões, seiscentos e trinta e nove mil, duzentos e trinta e quatro reais e quatorze centavos) são de recursos do próprio Governo.

Tanto o Anel Viário Norte quanto o Leste estão sendo executados pela Construtora Etam Ltda.

Governo não tem do que se orgulhar

O deputado Dermilson Chagas lembra que as obras são de gestões anteriores, mas que o governador Wilson Lima age como se fossem de sua gestão, que já está terminando e sem concluí-las.

O deputado Dermilson Chagas disse que, quando as obras tiverem sido concluídas, elas beneficiarão a população porque vai ajudar a desafogar o trânsito nas áreas de grande densidade populacional de Manaus.

“Esse governo não tem do que se orgulhar. Não tem nada para dizer que Wilson Lima concluiu alguma obra. Essas obras ficaram meses paradas e estão retornando somente agora para dizer que estão fazendo alguma coisa”, afirmou o deputado.

Dermilson Chagas (Republicanos) acredita que essa obra não será entregue este ano. “Essa é apenas uma das obras prometidas e não cumpridas por esse governo. Manaus precisa de um fluxo melhor no trânsito e o que nós vemos é apenas promessas e mais promessas”, disse o parlamentar

 

Leia também outras matérias

Amazonas receberá as primeiras doses da vacina pediátrica contra covid-19

Redação Zero Hora AM

Ladrão assalta drogaria e agride funcionárias em Manaus

Redação Zero Hora AM

Municípios do AM podem ficar sem verba federal por não mudar a Previdência; alerta Serafim

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo