26.3 C
Manaus
15 de julho de 2024 | 10:40

IMMU estuda “possível“ retorno da Faixa Azul até o início do ano letivo de 2024

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) informou  que esta preparando um novo estudo, com uma “nova configuração” para o corredor exclusivo de ônibus na capital, mais conhecido como Faixa Azul.

A primeira fase da implantação será o corredor da avenida Constantino Nery. Ainda não foi divulgada uma data para uma possível reintrodução em 2024.

Segundo fontes, ouvidas pelo Portal Zero Hora Amazonas, disseram a nossa redação que empresários do setor de transporte coletivo estão pressionando o IMMU para o retorno das faixas exclusivas ate o inicio do período letivo de 2024.

As alegações dos empresários são os gastos excessivo de óleo diesel em horários de picos.

O anúncio foi cogitado pelo diretor presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Paulo Henrique no final de 2023. Segundo o presidente, esses corredores de ônibus devem ser reativados para melhorar a mobilidade do transporte de passageiros em Manaus.

O que é faixa de ônibus e como funciona? 

As faixas de ônibus são sistemas que dão prioridade para o transporte coletivo, geralmente demarcadas por uma linha azul contínua junto da linha branca e placas de sinalização. 

O objetivo das faixas é, principalmente, evitar congestionamento nos horários de pico, pois a faixa exclusiva permite a liberação da via para os carros e maior agilidade dos ônibus.

Cada cidade determina o horário de funcionamento exclusivo para as faixas – geralmente, especificado nas placas de sinalização – em que fica proibido o uso pelos demais veículos.

O período de funcionamento varia conforme os horários de pico das regiões. Em Manaus por exemplo, a faixa exclusiva funciona de segunda a sexta-feira; das 6h às 20h, e aos sábados, das 6h às 14h. 

Fora desses horários, é permitido o uso das faixas de ônibus por veículos automotores de passageiros e de uso misto – veículos que fazem transporte de pessoas e suas bagagens e de carga e passageiro.

O que diz o Código de Trânsito

O Artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro determina que transitar na faixa exclusiva de ônibus é uma infração gravíssima, com penalidade de multa, sete pontos na carteira e remoção do veículo, salvo em “casos de força maior”. 

São exemplos de casos de força maior, o desvio de buracos na pista ou uma manobra para evitar um acidente. Caso aconteça a notificação, é preciso justificar o motivo para recorrer da multa. 

O condutor não pode usar a faixa para fazer ultrapassagem de um veículo em menor velocidade ou para fugir da lentidão do trânsito.

A multa pode ser aplicada mesmo sem a autuação, caso a infração seja identificada por meio das câmeras de monitoramento do trânsito do IMMU. 

Qual o valor da multa por transitar na FAIXA AZUL ?

Como dito anteriormente, andar na faixa de ônibus gera multa gravíssima no valor de R$ 293,47. 

A lei foi alterada em 2015 com a inclusão do inciso III, que determina a regra para utilização das faixas e vias exclusivas de ônibus. 

 

Leia também outras matérias

TCE-AM apresenta ações no 13º Encontro Nacional da Mulher Contabilista

Redação Zero Hora AM

Adolescente que atacou Colégio Adventista disse que se for solto, vai atacar de novo, revela delegada

Redação Zero Hora AM

Em evento da ONU, Wilson Lima pede atenção à população amazônida

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo