26.3 C
Manaus
15 de julho de 2024 | 11:44

Morre aos 59 anos Markinho Azevedo, tripa do Boi Caprichoso

A cidade de Parintins acordou nesta quinta-feira (28-dez) envolta em luto com a triste notícia do falecimento de Marcos da Silva Azevedo, carinhosamente conhecido como “Markinho”, aos 59 anos.

O renomado tripa do Boi Caprichoso partiu vítima de um infarto, deixando um legado de contribuições valiosas para a cultura e tradição do boi-bumbá.

Markinho Azevedo iniciou sua trajetória no universo do Boi Caprichoso em 1986, desempenhando o papel de ajudante do mestre Jair Mendes.

Com dedicação e talento, conquistou o posto de tripa oficial em 1990, destacando-se também por confeccionar o emblemático Touro Negro.

O presidente do Boi Caprichoso, Rossy Amoedo, lamentou profundamente a perda do artista e expressou suas condolências à família de Markinho.

“Aos filhos Alexandre, Alex, Jéssica e Ayra as nossas sinceras condolências. Que Deus conforte vossos corações”, declarou.

Ao longo de sua trajetória, Markinho Azevedo deixou sua marca não apenas como tripa, mas também como músico, integrando o grupo Sangue Azul e posteriormente o Azul e Branco.

Em 2017, passou a missão de evoluir no item 10, boi-bumbá evolução, para seu filho, mantendo viva a tradição familiar e a paixão pela cultura popular.

O velório de Markinho será realizado a partir das 9h desta quinta-feira no Curral Zeca Xibelão, em Parintins, onde amigos, familiares e admiradores poderão prestar suas últimas homenagens a esse ícone do Boi Caprichoso que deixa saudades e um vazio irreparável na cena cultural da região.

NOTA DE PESAR DO GOVERNO DO AMAZONAS

É com profundo pesar que a Secretaria de Cultura e Economia Criativa recebe a notícia do falecimento de Marcos da Silva Azevedo, o Marquinho, Tripa do Boi Caprichoso, ocorrido na madrugada desta quinta-feira (28-dez), no município de Parintins.

Marquinho dedicava seu talento ao boi-bumbá Caprichoso desde 1986. Em 1990, passou a ser o Tripa do Boi, revolucionando a evolução do bumbá na arena do bumbódromo. Fazia questão também de confeccionar o Touro Negro de pano.

Neste momento de grande consternação, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa manifesta seus sentimentos a todos os amigos e familiares de Marquinho, estendendo a solidariedade a toda a Nação Azul e Branca.

Leia também outras matérias

Criança negra é agredida por segurança do Burger King com cintadas

Redação Zero Hora AM

Bairros das zonas leste, sul e norte de Manaus ficarão sem energia na quarta-feira (03)

Redação Zero Hora AM

Saiba qual a melhor operadora de celular para ficar conectado ao Festival de Parintins

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo