25.3 C
Manaus
23 de julho de 2024 | 03:55

Motorista e auxiliar que esqueceram criança em van escolar são presos por homicídio doloso

O condutor e uma auxiliar que esqueceram um menino de 2 anos em uma van escolar na Vila Maria, zona norte de São Paulo, foram presos em flagrante por homicídio doloso nessa terça-feira (14-nov). Apollo Gabriel morreu após ficar cerca de 6 horas trancado no veículo, durante um dos dias mais quentes da história na capital.

O motorista Flávio Robson Benes, de 45 anos, e sua assistente Luciana Coelho Graft, de 44, deveriam ter deixado o menino na escola às 7h, mas acabaram esquecendo o garoto dentro da van, que ficou estacionada em uma garagem até o meio da tarde. Eles só se deram conta do que tinha acontecido por volta das 15h30, quando encontraram a criança trancada no veículo, desacordada.

Apollo Gabriel

O motorista levou o menino para o Hospital Municipal Vereador José Storopolli, conhecido como PS Vermelhinho, na Vila Maria, mas ele já chegou ao local sem vida.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, o motorista e a assistente foram presos na delegacia. A polícia solicitou exames junto ao Instituto Médico Legal (IML) e aguarda o resultado dos laudos. O caso foi registrado no 73º Distrito Policial de São Paulo, no Jaçanã.

A suspeita, de acordo com a pasta, é que Apollo não tenha resistido às altas temperaturas registradas em São Paulo nessa terça-feira (14-nov).

Leia também outras matérias

Governo lança Carteira Nacional de Identidade com registro único

Redação Zero Hora AM

Festa da Laranja em Rio Preto da Eva recebe atrações nacionais

Redação Zero Hora AM

Falso massagista fingia ser gay para assediar mulheres famosas

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo