29.3 C
Manaus
4 de dezembro de 2022 | 11:35

Pacientes da FCecon ganham protocolo nutricional que ajuda na recuperação após cirurgias

Os pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) que irão passar por cirurgia abdominal, contam com um protocolo inédito na rede de saúde local.

Trata-se do preparo nutricional pré-operatório, que visa reduzir as complicações pós-cirúrgicas dos pacientes oncológicos em procedimentos de médio e grande portes.

O preparo nutricional pré-operatório é realizado por meio de um pacote imunomodulador com nutrientes e foi primeiramente recomendado pelas Sociedades Europeias de Nutrição em Cirurgia, chamado protocolo Eras, depois aceito no Brasil, há alguns anos com o protocolo de nome Acerto.

“A equipe de Nutrição da FCecon embasou o protocolo nutricional da instituição neste modelo já conhecido em outros países e adquiriu os produtos de preparo nutricional com recursos próprios, o que é muito importante para reduzir os riscos de complicações pós-cirúrgicas”, explicou Bárbara Abrahim, gerente do serviço de Nutrição da FCecon.

“É um produto de qualidade, oferecido apenas nas grandes redes particulares do Brasil. Os benefícios são muito maiores que o custo”, acrescentou Bárbara.

Benefícios do programa

O paciente tem risco de complicações em todas as cirurgias, e ainda mais os oncológicos. São eles: riscos de deiscência de sutura, fístulas operatórias, bem como infecções de ferida operatória.

O protocolo busca reduzir esses riscos. “Eu preparo o sistema imunológico do paciente para que ele receba a cirurgia, que não deixa de ser um trauma, e o corpo sofre com isso”, ressalta Ábner Paz, nutricionista da FCecon.

“O pacote imunomodulador possui nutrientes específicos que estimulam a cicatrização e que estimulam o sistema imune a responder melhor ao processo cirúrgico”, ensina.

Indicação

O pacote imunomodulador com produto específico é indicado para pacientes que realizam cirurgias abdominais de médio e grande portes, como a laparotomia exploradora; cirurgias de intestino e reto; de retirada de estômago; de esôfago; e as exenterações pélvicas, nas quais são retirados útero, colo do útero, ovários, vagina e, às vezes, a bexiga, uretra e/ou reto.

Todos os pacientes da FCecon passam por orientação quanto aos procedimentos cirúrgicos, antes do período de internação.

“O paciente vem até o Serviço Social com seu kit cirúrgico. Nós visualizamos aqueles que fazem parte do critério do protocolo nutricional e agendamos com o nutricionista, conforme os critérios de elegibilidade. Essa consulta é confirmada junto ao Serviço de Atendimento Médico e Estatístico (Same), para que o paciente possa receber o preparo pré-operatório no tempo correto”, informa a assistente social Keyth Bentes, gerente do Serviço Social da FCecon.

Na consulta ambulatorial, os pacientes são orientados pelo nutricionista a tomar o preparo nutricional de 5 a 7 dias antes da cirurgia.

Expectativa

A expectativa é que o protocolo leve à redução de gastos hospitalares e do tempo de internação, além da melhoria do quadro dos pacientes.

“Estamos inclusive elaborando um projeto de pesquisa que visa avaliar o impacto clínico e financeiro para a instituição, transformando isso em pesquisa científica, que é o que prova que o que estamos fazendo é efetivo tanto para a rede SUS, quanto para a instituição”, diz Ábner Paz.

Leia também outras matérias

Telefone 192 do Samu não está funcionando; saiba para onde ligar

Redação Zero Hora AM

Supermercados DB não cumprem lei e continuam cobrando dos consumidores uso de sacolas plásticas

Redação Zero Hora AM

Após dois anos de namoro, garotas descobrem que podem ser irmãs

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: