26.3 C
Manaus
4 de dezembro de 2022 | 04:37

Procon-AM fecha os olhos para aumento dos combustíveis e deixa consumidores revoltados

Criado para defender o direito dos consumidores, o Procon-AM ficou de braços cruzados, ontem (10-mar), enquanto os postos de combustíveis de Manaus reajustavam, antecipadamente, o preço da gasolina e do diesel.

O reajuste devia ser feito apenas hoje (sexta-feira-11), conforme anunciou a Petrobras, mas os empresários desrespeitaram o direito dos consumidores e aumentaram os preços.

A ação causou revolta entre os motoristas, que denunciaram o caso ao Procon Estadual e Municipal. Para surpresa dos consumidores, os órgãos disseram que não podiam fazer nada.

Leitoras denunciaram ao portal Zero Hora Amazonas que o aumento aconteceu em postos espalhados por toda cidade, comprovando mais uma vez a formação de cartel entre os donos de postos.

O diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, disse que o órgão não tem atribuição constitucional para determinar preços de quaisquer produtos ou serviços.

Após a avalanche de críticas, o órgão saiu do ostracismo e, apenas hoje, fez uma série de fiscalizações nos postos da cidade. Mais uma vez, nenhum posto foi autuado e os empresários sentem-se livres para continuar desrespeitando o direito dos consumidores.

Leia também outras matérias

Canais digitais concentram 85% dos atendimentos da Águas de Manaus

Redação Zero Hora AM

Após ajustes no edital, TCE autoriza a continuidade do concurso da PM do Amazonas

Redação Zero Hora AM

Juíza concede liberdade a homem preso com fotos de pornografia infantil em Manaus

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: