25.3 C
Manaus
2 de março de 2024 | 16:55

Procon fiscaliza preço abusivo de testes de Covid, a pedido do dep. Fausto Jr.

Atendendo ao pedido do deputado Fausto Jr. (MDB), o Serviço de Proteção ao Consumidor do Amazonas (Procon-AM) começou a fiscalizar a venda de testes rápidos de Covid em drogarias e laboratórios na capital e interior do Estado.

O deputado pediu aumento na fiscalização após receber denúncias que algumas drogarias e laboratórios estavam cobrando preços abusivos pelos testes.

“Recebi denúncias que algumas drogarias estavam cobrando até 300% mais caro pelos testes rápidos”, denuncia Fausto. “Em outubro do ano passado, o teste numa drogaria custava R$ 80. Hoje, a mesma drogaria está cobrando R$ 300”, comparou.

O Procon-AM começou a fiscalização nesta semana e constatou a cobrança abusiva. As drogarias e laboratórios foram intimados a dar explicações sobre o aumento no preço dos produtos.

Caso o aumento não seja justificado, os estabelecimentos serão multados de acordo com as normas do Código Brasileiro do Consumidor.

“Tirar proveito dos consumidores num momento de crise é desumano”, destacou Fausto.

Leia também outras matérias

Modelo Zona Franca não será afetado no governo Lula, garante Silas em encontro com vice-presidente Geraldo Alckmin

Redação Zero Hora AM

Governo do AM recebe aeronaves para combate às queimadas

Redação Zero Hora AM

Em comemoração ao Dia Nacional do Voluntariado, ação vai revitalizar instituto na zona norte de Manaus

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo