26.3 C
Manaus
4 de dezembro de 2022 | 05:26

Prorrogação do decreto do IPI vai atrasar investimentos e empregos na ZFM, avalia Eduardo Braga

A prorrogação, por mais 30 dias, do decreto do governo Federal que reduz para 25% o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em todo Brasil, sem excluir a Zona Franca de Manaus, vai causar incertezas e atrapalhar investimentos no Polo Industrial de Manaus.

A análise foi feita pelo senador Eduardo Braga (MDB), que postou um vídeo nas redes sociais onde explica, de forma clara, os perigos para a ZFM causados pelo decreto do governo Federal.

“Estou manifestando minha preocupação com o futuro da Zona Franca, o futuro dos empregos e dos investimentos no Amazonas”, afirmou o senador. “O novo decreto prorroga até o dia 1º de maio de 2022 as regras que reduzem o IPI de 25%, sem fazer exceção à ZFM”, explicou.

Segundo Braga, o Amazonas terá mais 30 dias de agonia e apreensão sobre o futuro das empresas instaladas no Estado. “Os investimentos serão retardados e os empregos deixarão de ser gerados, pois os empresários não têm segurança sobre o futuro do polo industrial”, lamentou.

Veja o vídeo.

Leia também outras matérias

“Quem não fez em 4 anos, não precisa de mais 4 para continuar não fazendo”, afirma Eduardo Braga sobre o governador Wilson Lima

Redação Zero Hora AM

A musa do vôlei, Key Alves faz ensaio sensual e bate recorde de inscritos em plataformas adultas

Redação Zero Hora AM

Senador Omar e bancada do Amazonas recorrem ao STF para suspender novo decreto que prejudica a Zona Franca

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: