29.4 C
Manaus
23 de abril de 2024 | 17:29

Prostituição será proibida na Espanha, afirma primeiro-ministro; saiba os motivos

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, se comprometeu no domingo (17-out) a banir a prostituição do país. A declaração foi dada durante o congresso do Partido Socialista, em Valência.

“Avançaremos abolindo a prostituição que escraviza as mulheres em nosso país”, disse Sánchez em seu discurso. O primeiro-ministro não deu mais detalhes sobre quais medidas serão tomadas nesse sentido.

De acordo com a BBC, uma pesquisa realizada em 2009 descobriu que um em cada três homens espanhóis pagou por sexo. Em 2016, um estudo da ONU estimou que a indústria do sexo na Espanha correspondia a 3,7 bilhões de euros.

A prostituição não é regulamentada por lei na Espanha, segundo a Deutsche Welle.

As pessoas que oferecem serviços, de forma voluntária, não são punidas. No entanto, a legislação da Espanha pune o combate ao tráfico de pessoas e quem explora a prostituição praticada por terceiros.

O Partido Socialista espanhol já havia se manifestado sobre a prostituição em 2019. Na ocasião, segundo a BBC, a agremiação publicou um manifesto eleitoral no qual prometia a proibição da prostituição. Mas, dois anos após a eleição, nenhuma proposta de mudança na legislação foi apresentada.

Leia também outras matérias

“Cervejinha e picanha” serão vendidas sem impostos na quinta-feira (25) em Manaus

Redação Zero Hora AM

Mulher de Helder Barbalho é eleita para Tribunal de Contas do Pará e julgará contas do marido

Redação Zero Hora AM

Radares de velocidade serão instalados em dois pontos de Manaus; saiba onde

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo