29.3 C
Manaus
20 de abril de 2024 | 11:43

Aumento do Fundeb permite reajuste salarial aos profissionais da Educação, propõe dep. Serafim

Os repasses do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) aos 62 municípios do Amazonas saltaram de R$ 214,8 milhões (em janeiro do ano passado) para R$ 366,2 milhões em janeiro deste ano. Isso significa que houve um aumento de 70,4% em 12 meses.

Já ao Governo do Estado, representado pela Seduc, os valores repassados em janeiro deste ano foram de R$ 280,2 milhões, enquanto em janeiro de 2021 foram 165,3 milhões. O crescimento no repasse para a Seduc neste período foi de 69,47%.

Os números foram divulgados hoje (21-fev) pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) e fazem parte de uma consulta ao site do Banco do Brasil (https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx).

“O apelo que faço ao governador do Amazonas e aos prefeitos é que analisem esses números e deem o reajuste digno aos profissionais da
Educação para que se evitem sobras, para que eles já ganhem mensalmente aquilo que lhes é de direito e que os aposentados possam também se beneficiar. Vou procurar a titular da Seduc, Kuka Chaves, para alertá-la sobre isso. Há recursos e o reajuste digno é possível”, disse Serafim.

Para o deputado, reajustes salariais para profissionais da Educação estão liberados após o fim da vigência da legislação estadual e federal que congelou salários até 2021.

“No último sábado, 19, tive uma reunião com um grupo de professores e estou aqui para fazer esse apelo ao governo do Estado e aos prefeitos do Amazonas. No ano passado, foram proibidos reajustes salariais, tanto em razão de uma lei estadual quanto de uma lei federal. Por conta disso o valor gasto com salários de profissionais da educação foi muito menor que o deveria ter ocorrido, o resultado foi uma grande sobra de Fundeb e aí foi pago o abono, que é bom, mas tem um problema: a sobra do Fundeb o professor não leva para a aposentadoria, não incorpora ao salário, os aposentados não recebem”, observou Serafim.

Leia também outras matérias

Sobem para nove os casos de contaminação por queijo coalho no AM

Redação Zero Hora AM

Vídeo mostra desespero de taxista ao apagar incêndio em veículo

Redação Zero Hora AM

TCE-AM reprova contas da Câmara de Guajará e determina devolução de R$ 1,4 milhão aos cofres públicos

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo