26.3 C
Manaus
24 de junho de 2024 | 06:02

Setor pesqueiro do AM recebe apoio do dep. Dermilson Chagas

O setor pesqueiro no Amazonas recebeu mais de R$ 4,5 milhões por meio de emendas parlamentares do deputado, Dermilson Chagas para beneficiar pescadores e pescadoras artesanais do Amazonas.

“Eu direcionei esses recursos para as entidades poderem comprar botes, computadores, pagar planos de Internet, materiais de pesca e implementos e para poder fazer um bom atendimento aos pescadores e pescadoras artesanais do Estado”, destacou o parlamentar.

“As nossas emendas têm o objetivo de valorizar mais ainda os pescadores e pescadoras artesanais. Com isso, queremos criar mais oportunidades para que o seu produto tenha valor. A pesca é um segmento muito grande no nosso estado, que precisa de mais apoio para poder se organizar e impulsionar ainda mais a nossa economia”.

O deputado Dermilson Chagas ressaltou que, como um parlamentar de oposição, também é seu dever destinar recursos para áreas nas quais foram detectadas carência de investimentos ou ineficiência de gestão do governo estadual.

Por essa razão, em 2021, o parlamentar destinou 14 emendas, com um total de R$ 7.227.312,00, sendo 6 emendas para a Saúde (R$ 4.870.484,00), 3 para a Educação (R$ 1.806.828,00), 1 para o Setor Primário/Pesca (R$ 100 mil), 2 para o Social (R$ 300 mil) e 2 para Pesquisa/Academia (R$ 150 mil).

O deputado também já organizou o seu planejamento para emendas deste ano. Ao todo, Dermilson Chagas já destinou, no orçamento de 2022, mais de R$ 14 milhões em 30 emendas para setores estratégicos do Estado do Amazonas.

Para a Saúde serão oito emendas que totalizam R$ 4.339.850,00. Para o Setor Primário, e em especial para a Pesca, serão 12 emendas, que perfazem R$ 6.953.233,00. A área de Pesquisa/Academia receberá três emendas, totalizando R$ 900 mil.

Para a Educação, Dermilson Chagas destinou 1 emenda de R$ 400 mil. A área de Infraestrutura receberá 2 emendas que somam R$ 740 mil. O setor Social terá três emendas, no total de R$ 800 mil. A Segurança será contemplada com 1 emenda de R$ 100 mil.

Recursos federais também estão disponíveis

O deputado Dermilson Chagas enfatizou que, além dos recursos que ele disponibilizou por meio de emendas impositivas, o setor de pesca também pode acessar verbas federais porque o Governo Federal lançou, por meio da Caixa Econômica, uma nova linha de crédito pescadores artesanais por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura (Pronaf).

“Os pescadores e pescadoras poderão pedir financiamento para investimento e custeios das suas atividades pesqueiras através dessa nova linha de crédito. Para custeio, o valor é de até R$ 250 mil, que devem ser utilizados em despesas de pesca e conservação de embarcações e equipamentos. Para investimento, o valor é de até R$ 200 mil, para comprar e reformar máquinas e equipamentos”.

A linha de crédito é gerenciada pela Caixa. O prazo para pagamento para quem solicitar custeio é de até 12 meses. Para quem optar pela modalidade Investimento, o prazo é de até 120 meses. Os pescadores interessados podem obter mais informações em qualquer agência da Caixa.

Leia também outras matérias

Câmara de Manaus terá concurso em 2024, garante vereador Caio André, na abertura do ano legislativo

Redação Zero Hora AM

Cartórios fazem lobby para travar MP que busca reduzir burocracia no setor, denuncia Serafim

Redação Zero Hora AM

Corpos de ocupantes de helicóptero são encontrados junto aos destroços

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo