26.3 C
Manaus
15 de julho de 2024 | 09:36

Vírus desvia PIX e limpa a conta pelo celular. Veja como se proteger

Esse ano os brasileiros foram surpreendidos com mais uma ameaça. Um vírus do Pix, que se instala no celular e pode limpar as contas bancárias do usuário em poucos segundos.

A notícia boa é que dá para se proteger contra isso.

A Kapersky, que é referência em tecnologia, conseguiu desenvolver um software que anula completamente a ação do malware, mesmo que ele não tenha sido identificado por você.

Fabio Marenghi, anaslista de cibersegurança da empresa ainda traz mais um alerta.

“É muito importante que o usuário esteja atento e saiba identificar quando um link ou um aplicativo são maliciosos. Mesmo que o aplicativo de um banco forneça proteção contra o vírus, ainda assim o aparelho estará infectado pelo Brats, que espera a oportunidade de aplicar o golpe”, disse.

Codinome Brats

De codinome Brats, o vírus do Pix entra no aparelho a partir de links maliciosos.

Esses links são comumente enviados ao usuário por meio de e-mail ou aplicativos de mensagens instantâneas, como o WhatsApp, e podem direcionar a vítima a uma página para o download de um arquivo.

E no momento do download que começa a infecção, que solicita acesso às opções de acessibilidade do aparelho.

Uma vez permitido o acesso ao aparelho, o vírus já consegue acessar todas as informações e ferramentas e fica à espreita esperando o usuário entrar nos aplicativos de banco para fazer a limpa.

Dicas de proteção

Desconfie! Essa é a dica principal, segundo Fabio.

“Uma estratégia dos criminosos é forçar o clique fingindo trazer uma promoção de uma loja, uma atualização falsa de um aplicativo que o usuário já tem ou até imitando site de notícias, trazendo um tema considerado relevante ou curioso do momento”, explicou.

Assim, é preciso sempre desconfiar desse tipo de mensagem ou notificações estranhas, completou.

Veja cinco passos para se prevenir do vírus do Pix:

  1. Não clique em links desconhecidos;
  2. Jamais dê permissões para aplicativos não seguros em seu celular;
  3. Desconfie de anúncios que prometam prêmios fáceis ou sorteios gratuitos;
  4. Não clique em links enviados por números desconhecidos no WhatsApp;
  5. Fique atento a notificação que peça acesso às opções de acessibilidade do aparelho.

Antivírus

Outra solução é o uso de antivírus para celulares. Apesar deles não serem tão comuns que os antivírus para notebook e computadores, podem ajudar.

“Esquecemos da ferramenta nos celulares – que muitas vezes reúnem mais informações sobre nós do que outros aparelhos. Por isso, ter um antivírus protegendo o seu celular é essencial”, disse.

Nos dispositivos móveis, os antivírus podem ser baixados diretamente da loja de aplicativos oficiais, seja ele Android ou iOS. Há várias versões gratuitas do serviço.

Leia também outras matérias

CMM aprova projeto que proíbe instalação de medidores aéreos

Redação Zero Hora AM

Imagens fortes: micro-ônibus bate de frente com motociclista em Manaus

Redação Zero Hora AM

Mais de 680 mil pessoas não tomaram a 3° dose da vacina contra Covid-19

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo