25.3 C
Manaus
26 de fevereiro de 2024 | 07:45

Agentes comunitários de saúde dobram o piso salarial com apoio do dep. Pablo

A Câmara dos Deputados aprovou ontem (23/03) à noite a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 22/11 que cria piso salarial de dois salários mínimos (R$ 2.424) para agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias em todo Brasil.

A PEC contou com o voto favorável do deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo, que desde que assumiu o mandado parlamentar, em 2019, defende a valorização profissional dos trabalhadores da Saúde.

Pablo explica que a proposta tramitava há 11 anos no Congresso, mas graças à mobilização de deputados que apoiam os agentes da Saúde, a medida foi votada e aprovada ontem.

“A proposta estabelece o direito à aposentadoria especial, mais um adicional por insalubridade devido aos riscos das atividades desempenhadas”, explica Pablo.

O Brasil tem, atualmente, cerca de 400 mil agentes no Brasil.

“São trabalhadores que tiveram um importante papel no combate à pandemia e no socorro aos pacientes, por isso merecem uma remuneração justa e condigna de acordo com suas tarefas”, acrescentou Pablo.

De onde vêm os recursos?

Os recursos para pagamento dos profissionais deverão constar do Orçamento Geral da União com dotação própria e exclusiva e serão repassados pela União aos municípios, Estados e Distrito Federal.

Caberá aos municípios, estados e Distrito Federal estabelecer incentivos, auxílios, gratificações e indenizações a fim de valorizar o trabalho desses profissionais.

Leia também outras matérias

Vereador Jander Lobato é o que mais fez Indicações de demandas para resolver problemas da população

Redação Zero Hora AM

Em seis meses, CMM resgatou imagem positiva junto à população, avalia vereador Caio André

Redação Zero Hora AM

Contratação direta dos profissionais da Saúde pelo governo do AM está perto de virar realidade

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo