26.3 C
Manaus
27 de novembro de 2022 | 11:12

Deputado desmente comandante da PM sobre arrastão em UBS de Manaus

O deputado Dermilson Chagas (sem partido) foi vítima de injúria e calúnia por parte do comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Vinicius Almeida, que divulgou hoje (22-jan), por meio de sites sem audiência e patrocinados pelo Governo do Amazonas, que o parlamentar estaria promovendo divulgação de fake news ao “utilizar um vídeo antigo de um assalto a uma unidade de saúde de Manaus” para denunciar que as Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) estão sendo desativadas sistematicamente por ordem do governador Wilson Lima.

A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) enviou nota à imprensa informando que o assalto de fato ocorreu, na manhã de ontem (sexta-feira, 21), na Unidade Básica de Saúde Silas Santos, localizada na rua Dezesseis, n° 1, bairro São José Operário, zona leste de Manaus.

A Semcom também confirmou que o vídeo que está circulando nas redes sociais foi filmado na referida UBS. Além disso, o próprio vídeo possui data e horários registrados, que confirmam a sua autenticidade, portanto, não se trata, como a matéria caluniosa fez querer parecer, de um vídeo antigo.

Com relação a assaltos em unidades de saúde, já houve registro em diversas delas ao longo de 2021 e, conforme o deputado, o ano de 2022 vai continuar tendo mais casos ainda porque o Governo do Amazonas, que arrecadou, somente no ano passado, mais de R$ 25 bilhões, não faz investimentos de fato na área da segurança pública.

E segundo o deputado, não há justificativas para isso porque o Estado está com uma sobra de mais de R$ 6 bilhões, referente ao ano passado.

Sobre o fato do comandante da PM afirmar que a extinção das Cicoms se trata de uma fake news, o deputado Dermilson Chagas recebeu a denúncia do próprio efetivo da Corporação.

Os policiais militares explicaram que o Governo do Amazonas está se valendo da seguinte estratégia para esvaziar as Cicoms: todo o efetivo das Cicoms está sendo retirado e sendo enviado para os Comandos de Policiamento de Área (CPAs). Nas Cicoms, só estão tirando serviço um comandante e mais dois policiais militares.

O deputado destacou que, dessa forma, as Cicoms não passam de um Ponto de Parada Obrigatória, chamado de PPO, que só serve para os homens que estão de serviço pararem para almoçar ou jantar ou para ir ao banheiro.

O parlamentar enfatizou que esses PPOs são prédios públicos que serviam para atender aos bairros mais próximos das Cicoms.

“A função de um político, além de fiscalizar o dinheiro público, é de cobrar melhorias em áreas prioritárias, que possam garantir ao povo mais carente condições mínimas de dignidade, de cidadania. Nós, políticos, refrescamos a memória sobre situações que ocorrem e que já ocorreram a fim de que sejam feitas melhorias futuras. Mas não é isso que estamos vendo com a atual gestão, pois, desde 2019, a violência tem aumentado absurdamente em todas as suas modalidades. Quanto ao fato do comandante-geral gravar um vídeo e postar na rede social da Corporação negando que as Cicoms não estão sendo sistematicamente desmanteladas, quem assegura que isso é verdadeiro. Podemos, como sugestão, para esclarecer se isso é ou não fake news, programarmos uma visita a todas as Cicoms, se o comandante-geral tiver a coragem de aceitar”, desafiou o deputado Dermilson Chagas.

Leia também outras matérias

“Esses são os R$ 16 milhões do contribuinte”, ironiza Wilker após vídeo mostrar vazamento no telhado do hospital João Lúcio

Redação Zero Hora AM

Wilson Lima tira férias de Carnaval enquanto ZFM corre o risco de ser extinta

Redação Zero Hora AM

Pescadores discutem prejuízos causados pela doença da urina preta e pagamento do seguro defeso que estava bloqueado

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: