29.3 C
Manaus
4 de dezembro de 2022 | 11:53

Em Portugal, Amom participa de Fórum e defende mais investimentos ambientais no AM

O deputado federal eleito pelo Amazonas, Amom Mandel (Cidadania), participou do fórum “O Futuro dos Investimentos em Infraestrutura” nos dias 16 a 18 de novembro, em Lisboa, Portugal. O congressista aproveitou para buscar investimentos para a implantação do mercado de crédito de carbono no estado nortista.

Amom palestrou no painel com o tema “Investimentos em Sustentabilidade Ambiental – Créditos de Carbono à Amazônia”, junto ao conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e presidente do Comitê Técnico de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Instituto Rui Barbosa, Júlio Assis Corrêa Pinheiro.

Também participou do painel o diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas e membro do Conselho de Administração na Desenvolve, Gustavo Lopes e o CEO da Future Carbon Group, Fabio Galindo.

Na ocasião, Amom falou sobre a emergência climática vivida pela população mundial e a necessidade de se desenvolver meios para combater o avanço do desequilíbrio ambiental, sendo uma alternativa viável ao Amazonas o mercado de crédito de carbono.

“Amazonas precisa de choque de realidade”

“O Amazonas é o lugar ideal para que a gente desenvolva esse mercado. No entanto, atualmente, o maior mercado de crédito de carbono que temos no mundo fica na China, o que é um absurdo”, alertou Amom.

“Há uma certa desconfiança por parte da comunidade internacional em relação ao Brasil. Como representante do Amazonas, posso dizer que não é uma mera impressão. Nosso Estado precisa de um choque de realidade e de leis”, acrescentou.

Amom continua a agenda internacional e deve se reunir nos próximos dias com especialistas em crédito de carbono. Todos os custos com a viagem são arcados pelo próprio Amom Mandel, não havendo nenhum recurso público envolvido em sua ida a Portugal.

Leia também outras matérias

Participação de jovens nas eleições é defendida pelo dep. Dermilson Chagas

Redação Zero Hora AM

Wilson Lima diz que Estado não vai cobrar passaporte vacinal, mas secretarias exigem documento

Redação Zero Hora AM

“Enquanto crianças ficam no chão de hospitais, Wilson Lima vai gastar R$ 17 milhões com festas e eventos”, critica Wilker

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: