25.3 C
Manaus
2 de março de 2024 | 16:53

Escoteiros do Amazonas escolhem nova diretoria estadual; a missão agora é união e crescimento

Os Escoteiros do Brasil Amazonas realizaram no último sábado, 19-mar, sua eleição para os cargos da diretoria regional.

Apenas uma única chapa foi formada e eleita pela maioria dos votos durante a Assembleia Regional Escoteira de 2022. Os novos nomes já tomaram posse e passam a comandar o escritório regional, organizar a prática do Escotismo no Estado e realizar atividades de integração com todas as unidades escoteiras do Amazonas.

A nova diretoria terá um árduo trabalho de resgatar a tradição do Escotismo na capital e interior, por mais de dois anos o movimento foi enfraquecido por conta da Pandemia de Covid-19.

Na capital 12 unidades escoteiras realizavam atividades escoteiras com crianças, jovens e adultos, mais devido a crise sanitária, quase a metade tiveram que encerrar suas atividades. A grade missão da diretoria estadual é reabrir os grupos na capital e demais municípios do Amazonas.

A nova direção tem como presidente o chefe escoteiro Mayko Haddad, Vice-presidente Julio Ramon, financeiro Ereni Albino, métodos educativos Gilmar Oliveira e diretoria administrativa a chefe Vani Souza. A gestão compreende o triênio 2022 a 2024. Durante a Assembleia, também, foram eleitos os conselheiros fiscais.

Sobre o movimento escoteiro

O Movimento Escoteiro foi criado, por essência, para ser um movimento voltado para o jovem, e também feito por eles, com o auxílio de adultos voluntários.

E se chama movimento por estar sempre em constante transformação, acompanhando as mudanças da geração, mas sem perder seu propósito educacional.

Por meio de atividades variadas e atraentes, o Escotismo incentiva os jovens a assumirem seu próprio desenvolvimento; Por meio da vivência nos grupos escoteiros, os jovens aprendem e tomam gosto por se envolverem com a comunidade, se transformando em verdadeiros líderes. Acreditamos que, por meio da proatividade e da preocupação com o próximo e com o meio ambiente, podemos formar jovens engajados em construir um mundo melhor, mais justo e mais fraterno.

É no grupo escoteiro que o Escotismo verdadeiramente acontece. Quem aplica as atividades, dinâmicas e ajuda os escoteiros são os adultos voluntários, conhecidos por escotistas. Os jovens, por sua vez, são divididos conforme sua faixa etária para que o Programa Educativo possa ser trabalhado em todas as áreas de desenvolvimento (físico, intelectual, social, afetivo, espiritual e de caráter) com base nas características individuais de cada fase.

O Programa Educativo foi pensando para estar inserido no cotidiano dos jovens, de acordo com suas necessidades de crescimento e do meio onde os jovens se desenvolvem, se adaptando a diferentes realidades e respeitando sua autonomia.

Apartidário, o Movimento Escoteiro valoriza a participação juvenil em esferas políticas, participando de processos de decisão em Conselhos, Conferências e demais grupos de trabalho.

O Escotismo também acredita que, por meio de boas e pequenas ações, podemos transformar o mundo. E é essa a visão de futuro que passamos para os jovens escoteiros.

Para se juntar ao Movimento Escoteiro como jovem é preciso ter entre 6,5 e 21 anos; a partir daí a atuação se dá como adulto voluntário, sem limite de idade. Saiba onde existe um grupo escoteiro perto de você em:

https://www.escoteirosdoamazonas.org.br/

“O portal Zero Hora Amazonas parabeniza a nova diretoria eleita. Que o movimento escoteiro possa contribuir para um mundo melhor e maiS justo”

Fabio Costa- Editor chefe do Portal Zero Hora Amazonas

Leia também outras matérias

Amazonenses poderão acompanhar consumo de energia pela Internet

Redação Zero Hora AM

Tony Medeiros agiliza ajuda às famílias atingidas por fortes chuvas em Parintins

Redação Zero Hora AM

Ministério da Pesca e Aquicultura abre 264 vagas temporárias em cargos de nível superior

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo