26.3 C
Manaus
27 de novembro de 2022 | 12:18

Escoteiros do Amazonas escolhem nova diretoria estadual; a missão agora é união e crescimento

Os Escoteiros do Brasil Amazonas realizaram no último sábado, 19-mar, sua eleição para os cargos da diretoria regional.

Apenas uma única chapa foi formada e eleita pela maioria dos votos durante a Assembleia Regional Escoteira de 2022. Os novos nomes já tomaram posse e passam a comandar o escritório regional, organizar a prática do Escotismo no Estado e realizar atividades de integração com todas as unidades escoteiras do Amazonas.

A nova diretoria terá um árduo trabalho de resgatar a tradição do Escotismo na capital e interior, por mais de dois anos o movimento foi enfraquecido por conta da Pandemia de Covid-19.

Na capital 12 unidades escoteiras realizavam atividades escoteiras com crianças, jovens e adultos, mais devido a crise sanitária, quase a metade tiveram que encerrar suas atividades. A grade missão da diretoria estadual é reabrir os grupos na capital e demais municípios do Amazonas.

A nova direção tem como presidente o chefe escoteiro Mayko Haddad, Vice-presidente Julio Ramon, financeiro Ereni Albino, métodos educativos Gilmar Oliveira e diretoria administrativa a chefe Vani Souza. A gestão compreende o triênio 2022 a 2024. Durante a Assembleia, também, foram eleitos os conselheiros fiscais.

Sobre o movimento escoteiro

O Movimento Escoteiro foi criado, por essência, para ser um movimento voltado para o jovem, e também feito por eles, com o auxílio de adultos voluntários.

E se chama movimento por estar sempre em constante transformação, acompanhando as mudanças da geração, mas sem perder seu propósito educacional.

Por meio de atividades variadas e atraentes, o Escotismo incentiva os jovens a assumirem seu próprio desenvolvimento; Por meio da vivência nos grupos escoteiros, os jovens aprendem e tomam gosto por se envolverem com a comunidade, se transformando em verdadeiros líderes. Acreditamos que, por meio da proatividade e da preocupação com o próximo e com o meio ambiente, podemos formar jovens engajados em construir um mundo melhor, mais justo e mais fraterno.

É no grupo escoteiro que o Escotismo verdadeiramente acontece. Quem aplica as atividades, dinâmicas e ajuda os escoteiros são os adultos voluntários, conhecidos por escotistas. Os jovens, por sua vez, são divididos conforme sua faixa etária para que o Programa Educativo possa ser trabalhado em todas as áreas de desenvolvimento (físico, intelectual, social, afetivo, espiritual e de caráter) com base nas características individuais de cada fase.

O Programa Educativo foi pensando para estar inserido no cotidiano dos jovens, de acordo com suas necessidades de crescimento e do meio onde os jovens se desenvolvem, se adaptando a diferentes realidades e respeitando sua autonomia.

Apartidário, o Movimento Escoteiro valoriza a participação juvenil em esferas políticas, participando de processos de decisão em Conselhos, Conferências e demais grupos de trabalho.

O Escotismo também acredita que, por meio de boas e pequenas ações, podemos transformar o mundo. E é essa a visão de futuro que passamos para os jovens escoteiros.

Para se juntar ao Movimento Escoteiro como jovem é preciso ter entre 6,5 e 21 anos; a partir daí a atuação se dá como adulto voluntário, sem limite de idade. Saiba onde existe um grupo escoteiro perto de você em:

https://www.escoteirosdoamazonas.org.br/

“O portal Zero Hora Amazonas parabeniza a nova diretoria eleita. Que o movimento escoteiro possa contribuir para um mundo melhor e maiS justo”

Fabio Costa- Editor chefe do Portal Zero Hora Amazonas

Leia também outras matérias

Amazonense Bruna Brelaz vai compor a equipe de transição de Lula

Redação Zero Hora AM

Deputado Dermilson Chagas defende profissionais de Saúde que reivindicam pagamento do piso salarial

Redação Zero Hora AM

Bolsonaro vem a Manaus dia 22 para megacomício no espaço Via Torres

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Skip to content
%d blogueiros gostam disto: