30.3 C
Manaus
27 de fevereiro de 2024 | 16:14

Ex-PM ensina alunos de cursinho como fazer sexo com mulher morta; veja o vídeo

O Ministério Público do Estado Paraná (MPPR) vai investigar a fala do ex-policial militar e professor de cursinho, Evandro Guedes em que ele minimiza e debocha da pena do crime de violação sexual de cadáveres.

A declaração viralizou nas redes sociais  e foi dada durante uma aula da escola preparatória Alfacon Concursos Públicos, empresa da qual Guedes é fundador.

De acordo com o MPPR, a fala será incluída em um inquérito já em andamento contra a instituição, que tem sede em Cascavel (PR).

“O caderno investigatório tem por objetivo apurar as notícias veiculadas na imprensa nacional e em rede social, notadamente sobre as condutas de professores da instituição em cujas falas, feitas durante aulas ministradas pela instituição, há manifesta violação de direitos, preconceito, reiterado discurso de ódio e incitação à prática de crimes”, informou o MP.

A escola preparatória é investigada por outras declarações polêmicas. No ano passado, Guedes havia sido denunciado por falar em uma de suas aulas que “descobriu que gosta de bater nas pessoas”.

Além disso, viralizou o vídeo de um outro professor da mesma instituição, ensinando a alunos técnicas de tortura, como a que provocou a morte de Genivaldo de Jesus Santos, em uma ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Vilipêndio de cadáver

O vídeo viralizou nas redes sociais e mostra Evandro Guedes ensinando alunos a fazer sexo com mulheres mortas e debocha da pena do crime de violação sexual de cadáveres. 

Não há registro da data em que o vídeo foi gravado, mas o discurso gerou críticas. “Quentinha ainda. O que você vai fazer? Vai deixar esfriar? Meu irmão, eu assumo o fumo de responder pelo crime. O difícil é que vai ter que arranjar uns travesseiros”, diz o professor.

Leia também outras matérias

Grupo de trabalho vai unir Receita e Polícia Federal para investigar cartéis de combustíveis, propõe dep. Pablo

Redação Zero Hora AM

Dupla é morta com tiros na cabeça ao saírem de bar na zona norte de Manaus

Redação Zero Hora AM

Obras de infraestrutura são realizadas no Jorge Teixeira, com apoio do vereador Jander Lobato

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo