26.3 C
Manaus
23 de julho de 2024 | 05:34

Funcionários do Detran-AM fraudavam documentos de caminhonetes de luxo, gerando rombo de R$ 500 milhões

Um grupo de 26 funcionários do Departamento de Trânsito de Amazonas (Detran-AM) fraudava documentos do órgão para facilitar a venda de caminhonetes para outros Estados.

Os funcionários tiravam a restrição de circulação do veículo fora do Estado, que deveria constar no documento no ato do primeiro emplacamento. Sem essa proibição, o veículo comprado mais barato no Amazonas acabava revendido em outros locais pelo preço maior.

O esquema criminoso foi alvo de operação realizada hoje (17-nov) pela Polícia Federal, que apreendeu documentos em várias concessionárias e lojas de veículos em Manaus.

A participação dos funcionários foi confirmada hoje (17-nov) pelo Detran-AM, que disse que as fraudes foram descobertas ano passado, dentro do próprio órgão. Na época, a Polícia Civil foi acionada e pôs fim ao esquema que fraudou mais de R$ 30 milhões em impostos estaduais e federais.

Na ocasião, 26 pessoas foram presas, entre elas despachantes veiculares, servidores do órgão, estagiários, e ex-servidores.

 

Leia também outras matérias

Ônibus biarticulado é furtado, roda vários bairros, e polícia não viu nada

Redação Zero Hora AM

TCE-AM retorna sessões de julgamento na próxima terça-feira (23)

Hugo Bronzere

TCE-AM sediará Encontro Nacional de Auditoria de Obras Públicas (ENAOP) em 2025

Hugo Bronzere
Carregando....
Pular para o conteúdo