25.3 C
Manaus
13 de junho de 2024 | 09:50

Trânsito do Amazonas já tirou a vida de 195 pessoas só em 2021

O Amazonas registrou 195 vítimas fatais de acidentes de trânsito só nos primeiros sete meses do ano, de acordo com os dados divulgados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran-AM). Na capital, foram 140 vidas perdidas, e no interior o número de mortes chegou a 54.

Em relação aos acidentes que causaram somente prejuízos materiais, as estatísticas do órgão apontam que até o mês passado foram 473 casos em todo o Amazonas, sendo 400 ocorrências registradas na capital e 73 no interior do estado.

Mês mais violento 

Um dado importante apontado pelo Detran diz respeito ao número de mortes no trânsito durante o quinto mês do ano. É que justamente quando foi lançado o “Maio Amarelo 2021”, movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito, o Amazonas registrou o mês com mais mortes de trânsito no primeiro semestre deste ano.

  Foram 28 mortes no trânsito de Manaus e 12 no interior, o que corresponde a um total de 40 vidas perdidas em todo o estado.  

‘Foi um baque muito duro’

No dia em que a dona Conceição Dias, de 82 anos, saiu da casa onde morava para comprar temperos, em meados de janeiro, ela não imaginaria, mas seria mais uma vítima fatal do trânsito de Manaus. A aposentada foi atropelada quando tentava atravessar a avenida Margarita, bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, fora da faixa de pedestre.

Ao EM TEMPO, a cirurgiã-dentista Daniela Dias, de 56 anos, filha de dona Conceição, falou sobre o episódio traumático no qual perdeu a mãe.  

Como ela já tinha uma idade bastante avançada, eu sempre temia perdê-la para uma doença, principalmente para a Covid-19, então foi um baque muito grande quando recebi a ligação falando que a minha mãe havia sido atropelada

, comentou Daniela.

A filha conta que dona Conceição chegou a ficar internada por mais de uma semana no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, mas não resistiu e faleceu.

“Ela já entrou com um quadro clínico muito agravado, então, infelizmente, sabíamos que as chances dela sobreviver eram mínimas, então já estávamos tentando nos conformar, mas quando a notícia chegou foi um baque muito duro”, relembrou.

Morte de ciclista

  Comoção e revolta marcaram a morte do ciclista e representante comercial Saulo Alves Viana, de 33 anos, que perdeu a foi atropelado por um ônibus do transporte público, na avenida Brasil, Compensa, Zona Oeste de Manaus. O acidente aconteceu no dia 13 de julho. Ele ficou internado por 18 dias no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, mas morreu no dia 31 de julho.  

Leia também outras matérias

VÍDEO – Pescadora grava vídeo e prova que jaraqui não está contaminado com vermes

Redação Zero Hora AM

Bradesco abre vagas para programa Jovem Aprendiz; oportunidade para estudantes do ensino médio

Redação Zero Hora AM

Prefeito de Manaus anuncia “novamente” a instalação de radares de velocidade na capital

Redação Zero Hora AM
Carregando....
Pular para o conteúdo