29.4 C
Manaus
23 de abril de 2024 | 16:39

Começa o julgamento dos influenciadores que vendiam rifas falsas pela Internet, em Manaus

Redação ZH – Começaram a ser ouvidos hoje (01-mar) pela Justiça do Amazonas as vítimas de supostos golpes praticados pelos influenciadores digitais João Lucas da Silva Alves, conhecido como “Lucas Picolé”, Enzo Felipe da Silva Oliveira, o “Mano queixo”, e Isabelly Aurora.

O suposto golpe envolvia a realização de rifas pela Internet, onde vencedores jamais recebiam os prêmios ou a premiação era entregue para amigos dos influenciadores, que sempre venciam os sorteios.

A Justiça disse que os acusados respondem pelos crimes de organização criminosa, estelionato, sonegação fiscal, lavagem de capitais, disposição de coisa alheia como própria e promover ou fazer extrair loteria sem autorização legal.

“Lucas Picolé”, “Mano queixo”, e Isabelly Aurora foram presos em 2023, na primeira fase da Operação Dracma.

A influenciadora saiu da prisão em outubro e os outros dois foram colocados em liberdade em dezembro. No entanto, no início do ano, Picolé foi preso de novo por descumprir as condições impostas pela Justiça.

Neste primeiro dia de julgamento, foram ouvidas duas pessoas enganadas pelo esquema criminoso.

A terceira vítima programada para ser ouvida não compareceu ao julgamento. Por isso, a juíza Aline Lins marcou a continuação da audiência para o início de abril.

“A terceira vítima será ouvida na próxima audiência, assim como duas testemunhas da defesa que estavam presentes hoje e não foram ouvidas. Na nova data também serão interrogados os réus”, disse a juíza Aline Lins.

No julgamento de hoje, a Justiça negou novo pedido de liberdade apresentado pelos advogados de Lucas Picolé.

A magistrada argumentou que o pedido foi negado devido ao “risco de reiteração delitiva, como forma de garantia da ordem pública, pois João Lucas já havia descumprido as medidas cautelares impostas pela justiça”.

Leia também outras matérias

Idosa morre atropelada em avenida de Manaus

Redação Zero Hora AM

Com firmeza e ampla articulação, Eduardo Braga salva a Zona Franca de Manaus

Redação Zero Hora AM

Contas da Prefeitura de Manaus serão julgadas em sessão especial no TCE-AM

Hugo Bronzere
Carregando....
Pular para o conteúdo